Blue Friday

Livro “Cinco Escudos Azuis”

55.00 46.75

Afonso de Melo

ISBN 978 972 780 791 8
Editor: Âncora Editora
Edição: 2021
Idioma: Português
Páginas: 900
Formato: 218 x 277 x 52 mm
Encadernação: Capa dura

4 em stock

REF: 20045 Categorias: ,

Descrição

Descrição

Livro Cinco Escudos Azuis – 100 Anos de História da Selecção Nacional de Futebol, de Afonso de Melo, com edição da Âncora Editora.

«MADRID, 18 – Realisou-se o desafio de “football” entre portuguezes e hespanhoes, perante uma assistencia bastante numerosa. Os hespanhoes ganharam por três partidas contra uma – (O Século)»

E assim, desta forma simples, começou a grande aventura da Selecção Nacional de Futebol que cumpre, agora, cem anos de existência. Foi preciso tempo para que Portugal ganhasse o respeito internacional de que agora goza. Muitas figuras, jogadores, treinadores, dirigentes, jornalistas, contribuíram para que deixássemos de ser uma espécie de clientes dos vizinhos espanhóis, espancados sem grande piedade, para surgirmos com uma regularidade notável nas fases finais das grandes competições, a primeira das quais no inesquecível Campeonato do Mundo de Inglaterra de 1966, no qual ficámos em terceiro lugar. Cinquenta anos depois atingimos o ponto mais alto da história da Selecção Nacional com a vitória no Campeonato da Europa de França, em 2016.

Assinalar estes cem anos exigia uma obra de referência. Nenhum dos nomes que fizeram parte desta caminhada pode, alguma vez ser esquecido. «A memória nunca prescreve», disse uma vez Iva Delgado, a filha do General Sem Medo. Não era esta a altura para que a memória falhasse. Leia-se este livro não apenas como um recordar dos acontecimentos mas, sobretudo, como uma homenagem aos homens que souberam honrar as camisolas que têm, no peito, sobre o coração, os cinco escudos azuis da Batalha de Ourique, símbolo da independência e da vitória de D. Afonso Henriques sobre cinco reis mouros. De 1921 a 2021, todos os factos fundamentais ficaram registados por quem os estudou profundamente e acompanhou durante décadas a par e passo a vida da Equipa de Todos Nós, como lhe chamou um dia o grande mestre do jornalismo que foi Ricardo Ornellas, também ele seleccionador nacional. Leiam-no também não apenas como um seco repositório de acontecimentos mas como um romance. Há nele emoções e sentimentos a par de números e estatísticas. Porque o futebol pode (e deve) ter também poesia. E a Selecção Nacional não é apenas mais uma equipa. É como se Portugal inteiro, de calções e chuteiras, entrasse e campo de cada vez que o hino é cantado pelos onze jogadores que o representam.

A nossa equipa!

Additional Info

Informação adicional

Peso 5000 g